Abril tem menor índice de homicídios para o mês nos últimos sete anos em Goiás

 

Diversas outras modalidades também registraram queda no mesmo período e no acumulado do primeiro quadrimestre de 2019. Proatividade das forças policiais apresentaram resultados altamente positivos no combate à criminalidade

Goiás registrou queda de 15,51% no número de homicídios em abril de 2019, na comparação com igual período do ano passado. É o menor patamar para o mês nos últimos sete anos. “Os números demonstram que estamos no caminho certo. Estamos investindo cada dia mais em inteligência e integração para reprimir todas as modalidades criminais. Essa é uma das principais determinações do governador Ronaldo Caiado”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

Crimes violentos letais intencionais apresentaram queda de 14,65%, ao passo que estupros recuaram 16,67%. Casos de latrocínio, por sua vez, regrediram 36,36%. Os crimes violentos contra o patrimônio também tiveram redução de 34,67%.

O número de roubos de cargas caiu 73,17%. Apenas um roubo contra instituição financeira foi registrado, o que representa uma queda de 75%. Também foram registradas quedas em roubos de veículos (-58,74%), roubos ao comércio (-56,10%) e roubos a transeuntes (-45,51%).

Furtos contra transeuntes caíram 63,44%. Todas as medidas estão sendo tomadas para coibir os crimes que oscilaram para cima em abril, como tentativas de homicídio, roubos de residências, furtos ao comércio e furtos de residências. “São crimes que nos preocupam e estão recebendo a devida atenção. Embora tenham apresentado leve aumento, já verificamos que há uma grande tendência de queda para os próximos meses”, garantiu Rodney Miranda.

Acumulado
Nos primeiros quatro meses de 2019, homicídios caíram 9,66% e estupros 3,75%. Latrocínios recuaram 24,39%, ao passo que crimes violentos letais intencionais regrediram 9,17%.

Ainda no acumulado do primeiro quadrimestre, apresentaram quedas: roubos a transeuntes (-54,33%), roubos de veículos (-58,28%), roubos ao comércio (-54,24%), roubos de cargas (-63,13%), roubos a contra instituições financeiras (-71,43%), furtos de veículos (-27,65%), furtos a transeuntes (-68,29%) e crimes violentos contra o patrimônio (-36,76%).

Oscilaram para cima tentativas de homicídio, roubos e furtos de residências, além de furtos ao comércio. “Diversas ações para evitar esses crimes estão sendo executadas. Nossos policiais estão prontos para enfrentá-los”, assegurou o secretário.

Proatividade
De janeiro a abril deste ano, as forças policiais apreenderam 14,8 toneladas de drogas em todo o Estado. O número representa um avanço de 60,04% na comparação com o mesmo período de 2018. Aumentou em 36,77% o número de mandados de prisão.

Foram efetuadas 8,8 mil prisões em flagrante. As forças de segurança realizaram, ainda, 5,7 mil operações. O aumento, neste sentido, é de 144,14%. Além disso, foram desarticuladas 74 associações criminosas e apreendidos mais de 160 quilos de explosivos.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: