Polícia Civil desarticula quadrilha que utilizava aplicativo de transporte para entregar drogas

Nove pessoas foram presas. Movimentação diária da quadrilha era de R$ 14 mil

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) prendeu nove pessoas que utilizavam carros cadastrados em um aplicativo de transporte, o Uber, para entregar drogas, em Goiânia. Na ação, também foram apreendidos sete veículos, cerca de R$ 45 mil, celulares e porções de entorpecentes.

De acordo com as investigações, o grupo atuava de maneira organizada para vender drogas sem chamar a atenção das forças policiais. “A quadrilha contava com uma espécie de gerente. Ele era responsável por receber os contatos dos usuários e repassava para que os suspeitos entregassem as substâncias”, explica o delegado Fernando Gama.

A comercialização funcionava por meio do sistema “delivery”. Os entregadores chegavam a fazer cerca de 350 entregas de drogas por dia. Os que vendiam maior quantidade de entorpecentes conseguiam ascensão dentro da associação criminosa.

O grupo contava com vários tipos de cocaína. Conforme apurado, a movimentação diária da quadrilha era de R$ 14 mil.

Foram detidos André Luiz – chefe da quadrilha -, Hubert Cássio Guerra, Gilberto Barroso de Oliveira, Douglas Rodrigues, Ricardo Simões e Jean Carlos Mendonça. A polícia também prendeu esposas de integrantes do grupo que ajudavam no esquema.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: