Policiais da Rotam impedem ataque à agência bancária de Aparecida de Goiânia


É a terceira quadrilha especializada neste tipo de crime desarticulada em 2019. “Forças policiais goianas são preparadas e vão continuar enfrentando a criminalidade”, afirma secretário Rodney Miranda

A Polícia Militar, por meio das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), impediu, nesta segunda-feira (11/02), que uma associação criminosa atacasse uma agência do Banco do Brasil, em Aparecida de Goiânia. É a terceira quadrilha especializada neste tipo de crime desarticulada pelas forças policiais em 2019.

Três homens tentaram explodir um dos caixas eletrônicos da agência com uma dinamite, mas o artefato não funcionou. Uma viatura da Rotam patrulhava a região e desconfiou da forma como o veículo estava estacionado. Abordados, os suspeitos tentaram fugir, dispararam contra a polícia, mas acabaram mortos.

Com eles, os policiais encontraram um comprovante de endereço e foram até o local, uma casa no Setor Cidade Livre. Lá, dois outros membros da quadrilha também disparam contra os militares. No confronto, um deles morreu e outro acabou ferido.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, todas as forças policiais goianas estão preparadas e vão continuar enfrentando a criminalidade. “Nossos policiais trabalham para evitar que novos crimes aconteçam, mas também estão prontos para responder à altura aos ataques de bandidos”, afirma.

Quadrilhas desarticuladas
Na última semana, uma operação integrada entre as polícias Civil e Militar deteve uma associação criminosa especializada em explosões de caixas eletrônicos que atuava no entorno do Distrito Federal. Em janeiro, também em ação integrada, as duas forças policiais prenderam nove suspeitos de ataques em agências bancárias de Goianésia, Morrinhos e Nova Crixás.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: