Polícia Civil prende quadrilha suspeita de quase 20 homicídios em Goiânia

No total, 18 pessoas foram detidas e 4 menores apreendidos; Motivação de crimes seria disputa por pontos de tráfico
de drogas na região do Setor Vera Cruz

 

A Polícia Civil apresentou, nesta sexta-feira (19/10), uma associação criminosa responsável por, pelo menos, 18 homicídios na região do Setor Vera Cruz, em Goiânia. No total, 18 suspeitos foram presos e 4 menores apreendidos. “Em Goiás, o combate à criminalidade é permanente”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior.

De acordo com as investigações, o grupo é ligado a uma facção criminosa de alcance nacional. Os homicídios teriam como motivação disputas por pontos de tráfico de drogas na região. As ações da quadrilha eram comandadas por dois detentos. “Os criminosos, liderados por detentos da Ala B, da Penitenciária Odenir Guimarães, matavam os rivais, que tinham ligação com a Ala C”, explicou o delegado Thiago Martimiano, da Delegacia de Investigação de Homicídios.

Familiares dos líderes ostentavam uma vida de luxo. O grupo também movimentava uma grande quantia de dinheiro por meio do tráfico. Em uma das contas, a movimentação foi de mais de R$ 1,8 milhão em um ano.

As investigações apontam que, entre os casos que têm envolvimento com a quadrilha, está a morte de Débora Veríssimo, de 49 anos, e do sobrinho dela, Rodrigo Cintra, de 26. O duplo homicídio ocorreu no início de outubro, na porta da casa das vítimas. A suspeita é que eles tenham sido mortos por engano.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: