Batalhão de Terminal reduz mais de 70% de ocorrências criminais contra usuários do transporte coletivo de Goiânia

Quedas foram observadas em terminais e plataformas do Eixo Anhanguera e também nas unidades
administradas pela RMTC

O número de ocorrências criminais em terminais e estações do Eixo Anhanguera, em Goiânia, apresentou queda de 79% no acumulado dos últimos 13 meses. Nos terminais administrados pela Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), a redução foi de 73%. A redução da criminalidade no transporte coletivo é fruto do Batalhão de Terminal, implantado pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP). A iniciativa foi uma das primeiras providências do governador José Eliton assim que assumiu o comando do Estado.

Para o secretário Irapuan Costa Júnior, os números mostram que o combate ao crime em Goiás está no caminho certo. “Traçamos estratégias específicas para coibir o crime contra usuários do transporte coletivo. Otimizamos o trabalho das forças policiais e vamos continuar com o trabalho preventivo e ostensivo”, afirma.

O comandante de Policiamento da Capital, coronel Ricardo Mendes, destaca a atuação dos policiais militares no combate ao crime no transporte público. “A PM realiza abordagens durante 24 horas por dia. É um trabalho incansável feito por policiais competentes e totalmente dedicados a garantir mais segurança ao cidadão”, avalia.

Com o Batalhão de Terminal, o transporte coletivo passou a contar com efetivos fixos da Polícia Militar no Eixo Anhanguera (Novo Mundo, Praça da Bíblia, Praça A, Dergo e Padre Pelágio). Além disso, de meia-noite às 6 horas, os ônibus que fazem a linha do Eixo Anhanguera, os chamados “Corujão”, são escoltados por viaturas da PM.

 

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: