Integração entre as polícias Civil e Militar desarticula quadrilha suspeita por explosões de agências bancárias

No total, 12 pessoas foram presas. Grupo é responsável por pelo menos quatro ataques. Governador Ronaldo Caiado e secretário Rodney Miranda destacaram empenho das forças policiais no combate à criminalidade

 

Ação integrada entre as polícias Civil e Militar resultou na desarticulação de uma associação criminosa responsável por ataques em agências bancárias de Goianésia, Morrinhos e Nova Crixás. No total, nove homens e três mulheres foram presos. “As forças policiais goianas são exemplos de dedicação e empenho. São homens e mulheres com muita coragem e merecem nosso total respeito”, afirmou o governador Ronaldo Caiado nesta terça-feira (22/01), na apresentação do grupo.

Os suspeitos eram investigados há dois meses. As prisões foram efetuadas ao longo desta segunda-feira (21). “Não vamos dar trégua para a criminalidade. Com integração, inteligência e humildade, nossos policiais têm apresentado respostas rápidas contra o crime”, declarou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

De acordo com as investigações, o grupo era um dos mais atuantes em Goiás e já planejava novos ataques. “A quadrilha é responsável por pelo menos quatro casos. Com a desarticulação, o índice de explosões de caixas eletrônicos deve cair em todo o Estado”, explicou o delegado Samuel Moura, titular do Grupo Antirroubos a Bancos (GAB).

Conforme apurado pelas forças policiais, as mulheres passavam próximo aos alvos da quadrilha, verificavam o policiamento na região e filmavam as agências. Os homens, por sua vez, eram responsáveis pelas explosões e o levantamento das cidades onde os ataques seriam feitos.

Para o comandante das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), tenente-coronel Benito Franco, a integração entre as forças de segurança do Estado foi fundamental para a desarticulação da quadrilha. “O compartilhamento de informações sempre é positivo para o sucesso das ações policiais”, destacou.

Reconhecimento
Na apresentação do grupo, o governador Ronaldo Caiado e o secretário Rodney Miranda elogiaram a atuação de todos os policiais que participaram da operação. “Essa operação foi além de identificar e punir criminosos. Foi uma ação preventiva que evitou novos ataques”, disse o governador. “O trabalho conjunto demonstra a força e a unidade do sistema de segurança goiano”, ressaltou o titular da SSP.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança
(62) 3201-1027

 

Compartilhar: