SSPAP forma 58 analistas criminais

SAD_6302

A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) realizou na tarde desta segunda-feira (07/11) a formatura de 58 operadores de segurança pública para o exercício de funções específicas de análise de crimes. O 3º Curso de e Análise Criminal (CAC) teve como foco qualificar policiais para funções específicas no assessoramento de novas metodologias adotadas no programa Goiás Cidadão Seguro, no Pacto Social de Segurança Pública e no Pacto Interestadual de Segurança Integrada.

A formação teve duração de 30 dias e contou com uma grade curricular de 16 disciplinas específicas, estágio operacional e ciclo de palestras, totalizando 210 horas de aulas. A formação contou com alunos da SSPAP, polícias Militar Civil e Técnico-Científica, Corpo de Bombeiros Militar (CBMGO), Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap), Ministério Público de Goiás (MPGO), Detran-GO, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (GCM).

Homenagem

Presente na cerimônia de formatura, o vice-governador e titular da SSPAP, José Eliton, agradeceu a iniciativa dos formandos que decidiram, por unanimidade, homenageá-lo com o nome da turma.

“Fico muito honrado em dar meu nome a essa turma de profissionais que fará a diferença na segurança pública não só de Goiás, mas de outros estados”, disse José Eliton ao ressaltar que alunos de outros estados membros do Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual também participaram da formação.

José Eliton enfatizou, ainda, a importância de investimentos em cursos de capacitação que têm por objetivo aumentar o poder de inteligência do aparato de segurança pública. “É preciso que o Estado se antecipe às ações criminosas. E o diferencial dessa formação é que contamos com profissionais de diversos órgãos que poderão dialogar e trocar informações”, relatou.

O assessor do MPGO, Gean Carlos de Oliveira carvalho, que na ocasião falou em nome da turma, ressaltou a importância da formação e, consequentemente, a contribuição desses profissionais na prevenção e combate à criminalidade. “Foi uma grande oportunidade e estou certo que o diálogo entre as instituições aumentará o poder de repressão às ações criminosas”, assegurou.

O 3º CAC foi autorizado pelo secretário de Segurança Pública, José Eliton, por meio da Portaria nº 1211/2016, e executado pelo Observatório de Segurança Pública da SSPAP. A qualificação é parte de um conjunto de medidas adotadas pela Secretaria de Segurança Pública do estado de Goiás, no intuito de tornar mais eficiente a produção de informações e diagnósticos para a tomada de decisões, tanto em nível estratégico como operacional. O foco é a integração das instituições de segurança pública de Goiás e entre os demais estados, na busca pela excelência na atuação e atendimento à sociedade.

Participaram da solenidade o comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Divino Alves, Coronel Lemos, que na ocasião representou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel Carlos Helbingen, superintendente da Polícia Técnico-Científica, Rejane Barcelos, promotores de Justiça Giuliano da Silva Lima e José Carlos, e a juíza do Foro da Comarca de Vianópolis, Marli de Fátima Naves, que na ocasião representou o Poder Judiciário.

Estiveram presentes, ainda, os superintendentes executivos de Ações e Operações Integradas da SSPAP, Emmanuel Henrique, de Administração Penitenciária, Coronel Victor Dragalzew, e de Inteligência, Danilo Fabiano, além do representante da Polícia Rodoviária Federal, Vinícius Veiga Fleury e o presidente da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia, Elton Ribeiro de Magalhães.

FOTOS: ANDRÉ SADDI

Comunicação Setorial
Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP)
(62) 3201 – 1004  /  1055  /  1027

 

Compartilhar: