Preso em Goiás um dos maiores traficantes de drogas de Pernambuco

Pol_cia Civil prende, em Goi_s, um dos maiores traficantes de Pernambuco. Cr_dito - Jota Eur_pedes (1)

A Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), em conjunto com a Gerência de Operações de Inteligência (GOI) da Polícia Civil do Estado de Goiás, prendeu em Aparecida de Goiânia um dos maiores traficantes de drogas de Pernambuco, Leandro Ferreira da Silva, 32 anos, mais conhecido como “Leozinho de Rio Doce”. Ele estava foragido da justiça pernambucana desde o dia 20 de janeiro, quando participou de uma fuga espetacular da Penitenciária Barreto Campelo, da Ilha de Itamaracá (PE), em que homens armados de fuzis chegaram e derrubaram com marretas parte do muro do presídio, liberando 53 detentos. Leandro é suspeito de financiar e liderar a fuga.

Os policiais localizaram Leandro Ferreira em um apartamento onde estava escondido com a família, ao cumprirem um mandado de prisão preventiva expedido pelo Poder Judiciário de Pernambuco. Segundo a delegada Mayana Rezende, titular da Deic, ele não tinha parentes em Goiás e a família chegou para ficar com ele. Conforme destacou, as investigações foram feitas em cooperação com a Polícia Civil do Distrito Federal e de Pernambuco.

Durante a apresentação do traficante à imprensa, o delegado Gilberto Loyo de Meiralins Neto, do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil de Pernambuco, afirmou que desde o momento da fuga, a polícia pernambucana iniciou as investigações para prender Leandro que é suspeito de articular e financiar a fuga. “A prisão é importantíssima, pois Leandro é suspeito de integrar uma organização criminosa para o tráfico de drogas e já responde a processos por isso, inclusive com sentença”, destacou Gilberto.

Segundo o policial de Pernambuco, Leandro é considerado um grande líder do tráfico no estado e que a missão do GOE de prendê-lo só foi possível graças à colaboração da Polícia Civil de Goiás. “A partir do momento em que homens efetuam disparos de fuzis contra a unidade prisional, quebra o muro do presídio e conseguem libertar 53 detentos, isso passa a ser uma questão de estado”, acentuou.

Gilberto Loyo lembrou que logo após a fuga do presídio de Itamaracá, em janeiro, criminosos explodiram outro presídio no estado, gerando uma grave crise no sistema penitenciário. “Esse era um foragido que vinha representando grande perigo para o estado, e a partir do momento em que a Polícia Civil consegue prendê-lo, isso é importantíssimo”, reforçou. Segundo o delegado pernambucano, Leandro será transferido para Pernambuco e será apresentado à justiça, mas deverá ficar em presídio federal.

Fotos: Jota Eurípedes

Comunicação Setorial
Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP)
(62) 3201-1004, 3201-1055

 

Compartilhar: