Polícia Civil apreende menores suspeitos de execução de radialista

Segundo delegado Queops Barreto, responsável pelas investigações, um dos menores efetuou os disparos em troca de R$ 5 mil e a arma do crime. Questões políticas envolvem homicídio

A Polícia Civil apreendeu, nesta quinta-feira (1º/03), dois adolescentes de 17 anos, suspeitos de terem assassinado o radialista Jefferson Pureza Lopes, em Edealina. O crime foi cometido em janeiro deste ano. Eles teriam sido contratados pelo vereador José Eduardo Alves da Silva, preso desde fevereiro por suspeita de ser o mandante do homicídio.

Segundo o delegado Queops Barreto, responsável pelas investigações, um dos menores efetuou os disparos em troca de R$ 5 mil e a arma do crime. O outro adolescente conduziu a motocicleta utilizada na ação. Em troca, recebeu R$ 2 mil.

Os dois menores foram encontrados em Aragoiânia. De acordo com as investigações, o crime foi motivado por questões políticas. A vítima também teria se relacionado com a ex-mulher do parlamentar. Outros dois homens já haviam sido presos e um adolescente apreendido suspeitos de envolvimento no homicídio.

Jefferson era conhecido por conduzir um programa de rádio polêmico na cidade. Ele foi morto na porta de casa, com três tiros no rosto. Os mandados de apreensão dos dois adolescentes foram cumpridos por policiais civis de Guapó, com apoio do Grupo Tático 3.

FOTOS: POLÍCIA CIVIL

Comunicação Setorial

Secretaria de Segurança Pública

(62) 3201-1004 / 1027 / 1055