Operação Captum: Polícia Civil prende grupo suspeito de roubar carros da Uber, em Goiânia

Derfvra

Suspeitos usavam o aplicativo para chamar corrida e rendiam motoristas. Um dos investigados já estava preso e dois menores foram apreendidos

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DERFVRA), cumpriu nesta quinta-feira (20/07),  quatro mandados de prisão contra uma associação criminosa especializada em roubo de veículos  que prestam serviços para o aplicativo Uber. Também foram cumpridos mandados de prisão contra outros dois homens que já estavam detidos, enquanto, dois adolescentes foram apreendidos.

A estimativa é que, juntos, os investigados tenham roubado cerca de 20 carros em três meses. As ações ocorreram durante a Operação Captum, e teve apoio da Gerência de Operações de Inteligência (GOI) e do Grupo Tático 3 (GT-3).

Segundo a Polícia Civil, também foram cumpridos dois mandados de condução coercitiva e 11 mandados de busca e apreensão. Dois veículos, munições, drogas e pertences das vítimas foram apreendidos nas casas dos suspeitos.

De acordo com o delegado José Antônio de Podestá Neto, um dos suspeitos realizava a solicitação da corrida e o motorista era rendido no momento em que chegava para buscar o passageiro. “Eles rendiam a vítima com facas e levavam o veículo”, disse. “Os outros presos agiam em roubos aleatórios na capital”.

Os veículos foram encontrados na porta da casa dos suspeitos já com placas adulteradas. A polícia acredita que os menores eram os responsáveis por modificar as placas.

 

Compartilhar: