Goiás tem queda geral na criminalidade

20170310102150_IMG_6235

Todas as 12 modalidades de delitos pesquisadas no estado apresentam declínio nos seis primeiros meses de 2017 na comparação com igual período do ano passado, constata Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária. Homicídios e roubos de veículos caem, respectivamente, 16,74% e 28,04%. Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis e Entorno do DF mantêm redução nos índices de violência

Todas as 12 modalidades criminais pesquisadas em Goiás pela Gerência do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) apresentaram queda nos seis primeiros meses deste ano. O número de homicídios teve declínio de 16,74%. A comparação é entre janeiro e junho de 2017 com igual período de 2016.  Estupros e tentativas de homicídios caíram, respectivamente, 21,20% e 27,83%.

Também houve queda em Goiás nos latrocínios (-51,49%), roubos a transeunte (-24,55%), roubos de veículos (-28,04%), roubos ao comércio (-30,36%), roubos a residência (-21,20%), furtos de veículos (-20,28%), furtos ao comércio (-17,46) e furtos a transeuntes (-28,48%) e furtos a residências (-0,52%). Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (05/07) pela SSPAP.

Para o titular da pasta, Ricardo Balestreri, a queda nos índices de criminalidade é motivo de orgulho para as forças de segurança pública do Estado. “Estão sendo empregados bons métodos, técnicas avançadas. O Governo de Goiás investe em um trabalho técnico, racional e científico no combate à criminalidade”, afirma.

Em Goiânia, os índices de criminalidade também apresentaram forte queda nos primeiros seis meses deste ano. O número de homicídios, por exemplo, apresentou queda de 15,15%, na comparação entre janeiro a junho de 2017 e o mesmo período de 2016.

O número de estupros em Goiânia teve redução de 43,42%. Tentativas de homicídios regrediram 33,88%, enquanto latrocínios e roubos a transeuntes caíram, respectivamente, 35% e 25,25%. Roubos de veículos tiveram queda de 35,01%, bem como os roubos ao comércio caíram 38,89%. Outros índices que apresentaram redução foram roubos em residências (-21,56%), furtos de veículos (-28,03%, furtos em comércio (-29,98%), furtos a transeuntes (-24,07%) e furto em residência (-0,5%).

CLIQUE PARA AMPLIAR O GRÁFICO:

 

Latrocínios mostram recuo de 62,5% em Aparecida de Goiânia

Dez modalidades criminais também apresentaram queda em Aparecida de Goiânia, nos seis primeiros meses deste ano. Destaque para o número de latrocínios, que regrediu 62,5%; Homicídios recuaram 19,73%, bem como os estupros tiveram queda de 29,73%. Tentativas de homicídio (-45,54%), roubos a transeuntes (-21,92%), roubo a veículos (-24,56%), roubos ao comércio (-2,76%), furtos de veículos (-12,16%), furtos ao comércio (-38,16%) e furtos a transeuntes (-33,04%). Únicos indicadores que oscilaram positivamente foram roubos em residência (5,42%) e furto em residências (6,47%). A comparação é entre janeiro e junho deste ano e o mesmo período do ano passado.

Roubos ao comércio caem mais de 60% em Anápolis

Em Anápolis, houve redução em diversas modalidades criminais, na comparação entre janeiro a junho de 2017 e o mesmo período de 2016. Entre elas, roubos ao comércio (-63,20%) e latrocínios (-60%). Homicídios caíram 5,56%. Estupros e tentativas de homicídio tiveram queda, respectivamente, de 53,33% e 19,48%. Também apresentaram queda roubos a transeuntes (-26,76%), roubos de veículos (-33,79%), roubos em residência (-29,63%), furto de veículos (-12,69%) e furtos em comércio (-22,97%). Oscilaram positivamente apenas furtos em residências (14,61%) e furtos a transeuntes (1,83%).

No entorno do DF, homicídios apresentam redução de 21,93%

No entorno do Distrito Federal, as 12 modalidades criminais pesquisadas apresentam declínio. Houve forte queda no número de latrocínios, nos seis primeiros meses deste ano. A redução é de 44,83%. Homicídios recuaram 21,93%. Estupros e tentativas de homicídio caíram, respectivamente, 16,09% e 34,90%. Roubos a transeuntes regrediram 22,63%. Também apresentaram queda roubos de veículos (-28,26%), roubos em comércio (-20,31%), roubos em residência (-26,67%), furtos de veículos (-8,40%), furtos a transeuntes (-49,36%), furtos em residências (-13,85%) e furtos em comércio (-3,71%).

 

CLIQUE PARA AMPLIAR O GRÁFICO:

 

FOTOS: JOTA EURÍPEDES

 

 

Compartilhar: