Forças policiais intensificam ações em Luziânia

For_a-tarefa em Luzi_nia. Cr_dito - Wildes Barbosa (3)

O vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton, vistoriou, nesta sexta-feira (01/04), pontos de bloqueio montados pelas polícias Civil e Militar em Luziânia – distante cerca de 200 quilômetros da capital. Cerca de 350 homens reforçam o policiamento da cidade nos próximos dias. A operação – que segue a política de intensificação da presença das forças policiais em todo o Estado para combater a criminalidade – também é realizada simultaneamente em outros municípios goianos.

Na ocasião, José Eliton ressaltou a importância da ação no sentido de coibir a criminalidade em Goiás. Segundo ele, o objetivo é proporcionar aos cidadãos a certeza de que estão seguros. “Os resultados positivos dessa cruzada contra o crime estão aparecendo e terão continuidade”, disse.

De acordo com o vice-governador, a intensificação da presença das forças policiais nas ruas será por tempo indeterminado em todo o Estado. “Serão ações que ganharão cada vez mais força. Nossos policiais são muito eficientes e tenho absoluta certeza de que vamos vencer essa batalha contra o crime”, disse.

Logo nos primeiros minutos de operação em Luziânia, três veículos com documentação irregular foram identificados, uma moto clonada apreendida e um foragido recapturado. O comandante geral da Polícia Militar, coronel Divino Alves de Oliveira – que acompanhou José Eliton – também ressaltou a importância desses pontos de bloqueios. “Nosso foco é combater o crime nas suas mais diversas esferas. E a presença ostensiva das polícias Civil e Militar nas ruas é fundamental neste sentido”.

Resultados
Desde que as forças policiais intensificaram as ações no Estado, diversos crimes foram solucionados e outros evitados. Cerca de dois mil suspeitos foram presos, mais de três toneladas de drogas apreendidas, foragidos recapturados e diversos veículos roubados recuperados. Além disso, só no primeiro trimestre deste ano 1.131 armas foram apreendidas e 1.233 foragidos recapturados.

Fotos: Wildes Barbosa

Comunicação Setorial
Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP)
(62) 3201-1004, 3201-1055

 


Compartilhar: