Em formatura do Curso de Operações de Inteligência da PM, Irapuan volta a defender integração entre as forças policiais no combate à criminalidade

Capacitação tem como principal objetivo  unir força e conhecimento no combate ao crime. Também atua no sentido de qualificar ainda mais a Polícia Militar no exercício permanente e sistemático da produção de conhecimentos

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior, voltou a defender nesta terça-feira (05/06), a integração das forças policiais no combate à criminalidade. A afirmação foi feita durante a formatura do Curso de Operações de Inteligência da Polícia Militar. A solenidade foi realizada no auditório do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Goiás.

Segundo o secretário, os ensinamentos adquiridos serão muito úteis na profissão e significam um patrimônio imaterial para cada um dos que participaram da formação. “Cada um sai um pouco melhor e a nossa Polícia Militar também cresce e a consolida como uma das melhores do Brasil”, afirmou.

Participaram do curso 87 policiais militares – 15 oficiais e 72 praças. Foram 180 horas-aula de ensinamentos estratégicos e 150 de atividade operacional. Um dos principais objetivos do curso é unir força e conhecimento no combate à criminalidade,  também atua no sentido de qualificar ainda mais a Polícia Militar no exercício permanente e sistemático da produção de conhecimentos necessários ao assessoramento do processo decisório para o planejamento, execução e acompanhamento de assuntos de segurança pública e do policiamento ostensivo.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Silvio Vasconcelos Nunes, anunciou a assinatura pelo governador do Estado, José Eliton, das promoções retroativas e da autorização para as tratativas de novas promoções para oficiais a partir de julho e abertura do edital para as promoções de 2018. Lembrou a importância das operações de inteligência para o sucesso do trabalho das forças de segurança pública no combate à criminalidade e elogiou a dedicação de cada de seus integrantes.

Ao discursar em nome dos formandos, o tenente Rafael Bispo reiterou o papel da Polícia Militar como garantidor da ordem pública e a importância da difusão de conceitos de segurança e do Estado Democrático do Direito. Afirmou que a inteligência tem se transformado em uma ferramenta efetiva de sucesso nas operações das forças de segurança.

FOTOS: ANDRÉ COSTA

Comunicação Setorial

Secretaria de Segurança Pública

(62) 3201-1027

Compartilhar: